Como montar o planejamento financeiro da sua empresa?


por Accountfy
em 9 de maio de 2019

Um bom planejamento financeiro é essencial para o sucesso do seu plano de negócios. Sem saber exatamente quais são os gastos da sua empresa e quanto de dinheiro está entrando, fica muito difícil mensurar se está havendo lucros, entender se a organização está crescendo e até mesmo fazer projeção do futuro.

Neste post, vamos dar algumas dicas para que você consiga montar o planejamento financeiro da sua empresa de maneira assertiva. Acompanhe!


Primeiro: Faça uma projeção de custos

As despesas da sua empresa podem ser divididas em duas categorias: os custos iniciais e os custos operacionais.

Dentre as despesas para a implantação da empresa estão os gastos com licenças de funcionamento, aquisição de máquinas, contratação de pessoas, compra de mobiliário, etc. Esses são os custos iniciais.

Já os custos operacionais envolvem todos os gastos cotidianos que mantem uma empresa funcionando: manutenção de equipamentos, pagamento de salários, impostos, insumos, estoque, entre outros.

Esses são apenas alguns exemplos das muitas despesas que as empresas suportam, mas a lista completa dessas despesas depende muito do tamanho, complexidade e setor de atuação de cada organização.

Uma estratégia comum para o planejamento dos custos é fazer uma projeção da folha de pagamento, já prevendo os impostos que incidem nas contratações CLT. Como essa é uma importante despesa fixa, é fundamental já prever seu valor para poder mensurar o impacto que será gerado no seu orçamento.

Outra despesa bastante importante é o custo com máquinas e equipamentos que sofrem um desgaste natural em decorrência do seu uso. Considerando-se que esse desgaste será inevitável, é possível calcular a depreciação desses equipamentos, os gastos que se esperam com a sua manutenção e atualização, bem como quando será necessária substituir todo esse parque de máquinas e equipamentos.

Note que também é muito importante ter um cálculo básico do custo com as matérias primas, embora esse valor seja variável. Entender esses gastos ajudará a empresa a buscar alternativas mais baratas e acordos mais vantajosos com fornecedores. E, por consequência, permitirá que se melhorem as margens de lucratividade, medida cada vez mais importante nesse competitivo mercado de hoje em dia.


Segundo: Monte uma previsão de receitas

Quando a empresa tem foco no comércio, suas receitas podem ser previstas com uma projeção do número de vendas, levando-se em consideração variáveis tais como: ticket médio, quantidade de vendedores trabalhando, margem de lucro de cada produto.

Para organizações que prestam serviços também é possível fazer uma previsão do recebimento de boletos ou da mensalidade paga pelos clientes. Os contratos já preveem quanto cada cliente vai pagar, o que dá uma base mais segura para se projetar o valor a ser recebido mês a mês.

Vale lembrar que, tanto para empresas de comércio quanto de serviços, é importante contar com uma “gordura” nesses valores, para prevenir possíveis atrasos ou inadimplência dos clientes. Essa “gordura” servirá como uma margem de segurança para que empresa esteja preparada para os inúmeros imprevistos que ocorrem em seu cotidiano.

Um planejamento financeiro bem feito, baseado em premissas bem estruturadas e rastreáveis,  vai indicar se essas receitas estão cobrindo as obrigações corporativas e abrindo lucro para que a empresa cresça. Quando isso não ocorre, é hora de revisar as estratégias internas e mudar as metas definidas.

Outras dicas para construir projeções financeiras corporativas  confiáveis e precisas, de forma que seu planejamento financeiro dê certo e fique próximo da realidade são:

Urgência: inicie o planejamento financeiro o quanto antes! Geralmente as empresas preparam essa projeção por volta do início de cada ano, mas o ideal é começar esse planejamento em setembro para que haja tempo necessário para questionar e dimensionar cuidadosamente todas as despesas.

Disciplina: tenha disciplina na hora de registrar todas as movimentações contábeis. Um método eficiente de registro de contas é essencial para obter um quadro fiel e claro da saúde financeira da sua empresa. Cada lançamento deve ser monitorado para observar como cortar despesas e otimizar custos.

Tecnologia: evite processos manuais e que envolvam inúmeras planilhas. O uso de um software online vai facilitar o controle contábil, dando uma visão mais clara das despesas e receitas da empresa, e ajudando na estruturação do planejamento financeiro.

Além disso, um bom software online vai permitir o armazenamento de históricos e DREs anteriores, de forma que as informações da sua empresa ficarão centralizadas e seguras em um banco de dados criptografado que poderá ser acessado de qualquer lugar.

A utilização de um software pode ser feita por organizações de qualquer porte, desde microempresas até grandes corporações. Em empresas com várias filiais, o software ajudará ainda mais na organização e acompanhamento dos balanços e dos resultados de cada uma das sucursais e unidades de negócios.

O Accountfy é uma plataforma que vai ajudar no planejamento financeiro da corporação por meio de diversas funcionalidades, como automatização de atividades rotineiras, padronização de reportes financeiros, organização das informações em dashboards e gráficos, upload de balancetes e fluxos de caixa, entre diversas informações que vão auxiliar na projeção orçamentária da sua empresa.

Essa ferramenta disponibiliza ainda a criação de apresentações de resultado claras e objetivas, possibilitando que o planejamento financeiro possa ser exposto e entendido por seus sócios e colaboradores.

Somos uma plataforma SaaS para otimização das tarefas rotineiras de controladoria e planejamento financeiro. Venha para o Accountfy e dedique seu tempo para tarefas que geram valor.

Você também pode gostar…

Facebook Linkedin

© Accountfy 2019. Todos os direitos reservados. Do Brasil para o mundo. Termos de uso